Pular para o conteúdo principal

QUANDO DEVO LEVAR MEU BEBÊ AO DENTISTA?


JÁ ESTÁ NA HORA DE LEVAR MEU FILHO(A) NO DENTISTA?


O que a Odontopediatria trata? Qual é a idade recomendada para levar o bebê a um Odontopediatra? Como escolher o dentista ideal? Estas (e muitas outras) questões costumam preocupar os pais, especialmente os de primeira viagem, quando o assunto é a saúde bucal dos filhos. Pensando em solucionar tais dúvidas, a redação do blog conversou com uma expert no tema: a Dra. Márcia Amar, Mestre e Especialista em Odontopediatria.
IDADE RECOMENDADA PARA A PRIMEIRA CONSULTA

“A primeira consulta deve acontecer dentro do primeiro ano de vida, de preferência antes do aparecimento dos primeiros dentes, para que os pais recebam orientação precoce sobre os cuidados a serem adotados a fim de prevenir o aparecimento de doenças bucais e dentárias.”


FREQUÊNCIA DAS CONSULTAS

“O Odontopediatra definirá a frequência dos retornos de acordo com o risco que a criança corre em adquirir a doença dentária. Quanto maior o risco, menor o espaço entre as consultas.”


PRINCIPAIS TRATAMENTOS PREVENTIVOS

“Os tratamentos preventivos são direcionados para evitar cárie, doença de gengivas e problemas de oclusão.”


ATENÇÃO NA PRIMEIRA VISITA AO CONSULTÓRIO

“Certifique-se de que o dentista é especializado em odontopediatria e em tratamento de bebês (nem todos são); observar se o ambiente está equipado para isto e se possui equipe integrada para o atendimento.”


PRINCIPAIS ERROS DOS PAIS EM RELAÇÃO À SAÚDE BUCAL DOS FILHOS

“Falta de orientação precoce, não estabelecer hábito de higiene bucal desde o nascimento, introdução precoce de alimentos açucarados na dieta, uso frequente de açúcar durante o dia e a noite, nutrição inadequada, ida ao dentista tardiamente para início de programa preventivo.”


CUIDADOS ESSENCIAIS NO DIA A DIA

“É fundamental uma rotina adequada quanto a hábitos de higiene bucal e de dieta em relação aos filhos; rotina quanto ao tratamento odontológico e supervisão quanto à mastigação, deglutição e respiração visando um desenvolvimento adequado.”


PROBLEMAS MAIS FREQUENTES EM BEBÊS

“Problemas de cárie precoce devido a mamadas noturnas e falta de higiene, hábitos de sucção de dedo e chupeta e trauma dental.”


PROBLEMAS MAIS FREQUENTES EM CRIANÇAS

“Cárie dental e problemas de mordidas cruzadas e de má oclusão.”


DICAS PARA HABITUAR OS FILHOS 

“Iniciar a higiene bucal desde o nascimento condiciona o bebê a ter a boca sempre limpa e esse será um ato sempre prazeroso. Interação das crianças desde pequenas com os pais nas rotinas dos cuidados dentais. Torne este momento em um momento prazeroso, de interesse da criança, fazendo com que ela sinta é importante para sua saúde e bem estar. Incentive este momento com escovas adequadas, livros, música e material lúdico correspondente, existente no mercado, internet, etc.”


TESTEMUNHO E DICAS DE UMA MÃE DENTISTA

“Sou mãe, minha filha tem 25 anos e nunca teve cárie, tem um sorriso lindo, come chocolate como todo mundo, mas sabe quando e quanto comer. Desde pequena incentivei-a a escovar os dentes, levei-a ao dentista; ensinei-a a fazer uso do açúcar com a razão, não com a emoção, dormir com a boca sempre limpa. Teve momentos em que a rotina falhou, como acontece em toda a família, mas isto era a exceção, por isso deu certo! Prevenção é um trabalho diário que tem início durante a gestação e deve ser feita de acordo com orientação dada à gestante! A primeira consulta do bebê deve ser feita dentro do primeiro semestre de vida para avaliar o bebê e dar novas orientações para quando vierem os primeiros dentes. A partir de então é manter a saúde, eliminar riscos, evitar os maus hábitos e incentivar os bons. Com isto estaremos criando gerações livres de cáries e com saúde bucal, sem traumas e medos!”
*Vestida de mãe

Postagens mais visitadas deste blog

MANCHAS VERMELHAS PELO CORPO DO BEBÊ DESCUBRA O QUE PODE SER

ROSÉOLA: TUDO SOBRE A DOENÇA A roséola, também conhecida como roséola infantum ou sexta doença, é uma infecção viral. Geralmente afeta crianças entre os 6 meses e os 2 anos de idade, com a maioria tendo-o pela creche. Os adultos não são afetados com freqüência.

DORES NO PÉ DA BARRIGA PODE SER UMA GRAVIDEZ ?

DORES FORTES NO PÉ DA BARRIGA, O QUE SERÁ? Sim, dores no pé da barriga pode ser gravidez. Porém, as famosas dores no “pé” da barriga ou baixo ventre, podem ter outros motivos além de ser um dos indícios de que uma gestação está em andamento. As dores ou mesmo as cólicas podem aparecer após a ovulação e também em outras situações como a TPM por exemplo.

COM QUANTOS MESES A BARRIGA COMEÇA A APARECER

TEMPO QUE A BARRIGA DA GESTANTE COMEÇA A SE DESENVOLVER Ah, mas quando a gente pega o positivo já começa a acarinhar a barriga! Ainda não tem nada ali que dê para ver, mas parece que estamos no final da gestação de tanto orgulho que estamos nesta nova fase. Ficamos horas nos analisando no espelho e nos perguntando sempre, quando a barriga começa a aparecer na gravidez?