Pular para o conteúdo principal

3 DICAS PARA TER UM RELACIONAMENTO SAUDÁVEL APÓS OS FILHOS

MANTER A PARCERIA E O AMOR PODE SER UM SESSÃO DIFERENTE QUANDO A FAMÍLIA AUMENTA.

Quer ter um relacionamento duradouro e saudável? Veja três dicas que vão fortalecer o vínculo com seu parceiro. Quem conta é a ginecologista e sexóloga, Carolina Ambrogini, colunista da CRESCER.


1. Diálogo

Casais que se comunicam evitam suposições, mal-entendidos e podem expressar seus desejos de forma mais harmônica, sem brigas. Portanto, fale sempre com ele. 



2. Respeito

Conviver diariamente exige uma boa dose de paciência e respeito para que as individualidades de cada um possam ser respeitadas. Seja compreensivo com a personalidade, os hobbies, os gostos e projetos pessoais do seu parceiro. Lembre-se de que ninguém precisa se anular porque se casou ou decidiu formar uma família!



3. Planos e metas

Planejar uma viagem, a compra de uma casa ou um novo bebê une o casal, sabia? Portanto, trace metas com seu parceiro e compartilhe com ele seus desejos e sonhos, sempre pensando na família, é claro.

*Crescer

Postagens mais visitadas deste blog

DORES NO PÉ DA BARRIGA PODE SER UMA GRAVIDEZ ?

DORES FORTES NO PÉ DA BARRIGA, O QUE SERÁ? Sim, dores no pé da barriga pode ser gravidez. Porém, as famosas dores no “pé” da barriga ou baixo ventre, podem ter outros motivos além de ser um dos indícios de que uma gestação está em andamento. As dores ou mesmo as cólicas podem aparecer após a ovulação e também em outras situações como a TPM por exemplo.

COM QUANTOS MESES A BARRIGA COMEÇA A APARECER

TEMPO QUE A BARRIGA DA GESTANTE COMEÇA A SE DESENVOLVER Ah, mas quando a gente pega o positivo já começa a acarinhar a barriga! Ainda não tem nada ali que dê para ver, mas parece que estamos no final da gestação de tanto orgulho que estamos nesta nova fase. Ficamos horas nos analisando no espelho e nos perguntando sempre, quando a barriga começa a aparecer na gravidez?

COMO O PAI PODE PARTICIPAR DA MATERNIDADE

AUXILINDO A MÃE DEPOIS DO PARTO Logo após o parto, é bem comum a maioria dos homens, ficar mais afastado do filho e da mãe. Ele se sente excluído e acredita que esse momento deve ser reservado apenas entre a mãe e o filho.
O pai não vê momento nenhum em que ele possa se encaixar, até porque a criança mama e dorme muito no início.