Pular para o conteúdo principal

PERMANGANATO DE POTÁSSIO

PORQUE USAR O PERMANGANATO?

O permanganato de potássio é um sal inorgânico que, quando dissolvido em água, forma uma solução de intensa coloração violeta. É um forte agente oxidante e pode ser adquirido facilmente em farmácias. Difícil de entender? Na prática, isso significa que ele pode ser um ótimo aliado para a sua saúde.


Substância anti-séptica que possui ação bactericida, o permanganato de potássio pode ser utilizado para limpar feridas e facilitar a cicatrização de ferimentos. Também é opção para ajudar a tratar a coceira e eliminar as feridas comuns da catapora. 

Outro uso, esse menos comum, é como banho de assento, para ajudar no tratamento de corrimento, vulvovaginite ou vaginite. Ele pode ser encontrado em forma de comprimidos ou mesmo em pó. Nos dois casos, a indicação é de que seja dissolvido em água.

Como usar o permanganato de potássio?

Para tomar o banho de permanganato de potássio, é preciso diluir o conteúdo do saquinho de permanganato de potássio em uma banheira ou bacia com  água. No caso de comprimidos, a melhor opção é colocá-lo em água morna e esperar que se misture.

Depois de tomar o seu banho normalmente, fique dentro da água com o permanganato de potássio por, no máximo, dez minutos. A operação deve ser repetida todos os dias, até que as feridas desapareçam completamente.

Após o banho, seque o seu corpo com um toalha macia, sem esfregar na pele, para evitar a irritação. Cuidados especiais devem ser tidos com pacientes com lesões na pele muito extensas, erosivas ou ulceradas, especialmente se tiverem problemas renais.

Também vale ler a bula da substância para evitar o manuseio errado, que pode desencadear explosões. Ele deve de ser bem guardado, fora do alcance das crianças, já que a sua ingestão pode causar envenenamento.

Quando isso acontece, os sintomas são os mais variados e vão desde náuseas, vômitos com uma coloração acastanhada, corrosão, edema e coloração castanha da mucosa oral até lesões no fígado e rim e, além de depressão cardiovascular.

Nesses casos, a recomendação é buscar ajuda médica. Também vale a ingestão de leite, para retardar a absorção. Já as queimaduras e úlceras das mucosas devem ser tratadas com lavagens abundantes e repetidas, sempre com água. As manchas castanhas causadas pelas soluções, por sua vez, podem ser removidas da pele com ácido oxálico.

Deixe seu comentário ou sugestão e compartilhe nas redes sociais. 

Fonte: Terra

Postagens mais visitadas deste blog

DORES NO PÉ DA BARRIGA PODE SER UMA GRAVIDEZ ?

DORES FORTES NO PÉ DA BARRIGA, O QUE SERÁ? Sim, dores no pé da barriga pode ser gravidez. Porém, as famosas dores no “pé” da barriga ou baixo ventre, podem ter outros motivos além de ser um dos indícios de que uma gestação está em andamento. As dores ou mesmo as cólicas podem aparecer após a ovulação e também em outras situações como a TPM por exemplo.

COM QUANTOS MESES A BARRIGA COMEÇA A APARECER

TEMPO QUE A BARRIGA DA GESTANTE COMEÇA A SE DESENVOLVER Ah, mas quando a gente pega o positivo já começa a acarinhar a barriga! Ainda não tem nada ali que dê para ver, mas parece que estamos no final da gestação de tanto orgulho que estamos nesta nova fase. Ficamos horas nos analisando no espelho e nos perguntando sempre, quando a barriga começa a aparecer na gravidez?

COMO O PAI PODE PARTICIPAR DA MATERNIDADE

AUXILINDO A MÃE DEPOIS DO PARTO Logo após o parto, é bem comum a maioria dos homens, ficar mais afastado do filho e da mãe. Ele se sente excluído e acredita que esse momento deve ser reservado apenas entre a mãe e o filho.
O pai não vê momento nenhum em que ele possa se encaixar, até porque a criança mama e dorme muito no início.