Header Ads

INCÔMODOS NO FIM DA GESTAÇÃO

ALGUNS DESCONFORTOS DO FINAL DA GESTAÇÃO

Vai chegando ao final da gestação e além da ansiedade para conhecer seu lindo bebê, tem ainda os desconfortos. Noites mal dormidas a procura de uma posição na cama, idas frequentes ao banheiro, queimação na garganta, e muito mais.
A lista de desconfortos é grande. Mais todas essas coisas são normais nesse período. É como diz o ditado, se não tiver nenhum desses sintomas, não é gravidez. 

Fizemos uma lista de alguns desses desconfortos:


Urinar com mais frequência.
Durante a gravidez o útero cresce e acaba comprimindo a bexiga. Por isso a quantidade de urinar aumenta.
Para diminuir a frequência durante a noite recomenda-se não ingerir muitos líquidos antes de dormir,  Depois do parto a frequência volta ao normal.

Dores nas costas.
Com a chegada do parto o bebê começa a se encaixar, forçando uma abertura na ligação entre os ossos. O que favorece ao aumento da dor, principalmente nas costas. Algumas formas de amenizar a dor é fazer fisioterapia, hidroginástica, ioga e pilates. Mas antes de começar algum desses exercícios converse com seu médico antes para ver se você está liberada.

 
Azia.
A azia é uma sensação de queimação que parte da garganta e vai até a boca do estômago.
Ela costuma aparecer na gravidez por conta das mudanças hormonais e físicas.
Os médicos orientam que a melhor maneira de evitar esse incomodo, é que as gestantes comam em menor quantidade, pois enchendo demais o estômago acontece esse desconforto terrível, deve-se evitar comidas gordurosas, difíceis de digerir, carne vermelha e ficar muito tempo em jejum.

Cãibras.
Cãibras são uma das maiores queixas das grávidas. elas aparecem devido a falta adequada de água, cálcio, magnésio e potássio.
Fazer alongamentos ajudam, além de uma dieta balanceada com ingestão desses sais que estão ausentes e beber bastante água.

Falta de ar.
Com o aumento do útero o espaço abdominal fica pequeno e começa a comprimir a região torácica, dificultando que o pulmão se expanda.

Dificuldade para dormir. 
Com o crescimento do útero vai ficando mais difícil encontrar posição para dormir. De barriga para cima a falta de ar aumenta. A posição mais confortável é quando deita de lado.
 
Inchaço nos pés.
O crescimento do útero comprime os vasos sanguíneos. Isso faz com que pernas e pés acumule líquido provocando inchaços. A dica para melhorar o inchaço é caminhar e controlar o peso.

Deixe seu comentário ou sugestão e compartilhe nas redes sociais.

Tecnologia do Blogger.